Receita de Rubacão

Chame gente que hoje tem receita de Rubacão!  Prato farto da culinária paraibana. Prato rico com mistura de ingredientes e sabores da gastronomia nordestina.

Em sua composição o rubação agrega o feijão de corda que pode ser seco ou verde, a carne de sol, o queijo coalho e nata. Adoro pelo sabor e praticidade, ele remete a cozinha caseira, reunião com a família.

Hoje não sigo mais receitas, já faço pelo famoso olhômetro, tentei transcrever para você para que vocês também degustem este prato não tão comum em outras regiões.


Saiba mais sobre o rubação de acordo com o wikipedia.

O Rubacão é uma espécie de baião-de-dois ao qual se adiciona feijão-de-corda (feijão-verde), feijão branco ou mulatinho.

Os outros ingredientes que podem compor o preparado, e que também variam de acordo com a cidade ou tradição local, são em geral o charque, carne-de-sol, toucinho, queijo-de-coalho, arroz-da-terra, manteiga de garrafa, queijo-de-manteiga, nata fresca, creme de leite, tomate, pimentão verde, coentro, pimenta-do-reino e cominho.

O rubacão também é conhecido como arribação, arribaçã, ou arrubacão, quando a carne bovina ou suína é trocada pela carne deste pássaro – arribação, conhecido também como avoante – (Zenaida auriculata), de pequeno porte, mas que agora está em extinção, sendo a sua caça proibida pelo IBAMA.

Possivelmente, a origem do nome rubacão, derivaria originalmente, dessa forma de preparar o prato com a carne da pequena avoante.

Prato típico nos estados da Paraíba e do Ceará

 

Prefiro fazer o rubacão com feijão verde, mas pode ser feito com o feijão fradinho, feijão de corda ou feijão macassar.

Os tipos de feijão pode variar de nome dependendo de sua região.

Receita

500 g de feijão verde

200 gramas de arroz (01 xícaras de chá)

500 g de carne de charque ou carne de sol cortada em cubinhos e dessalgada

01 cebola picadinha

02 dentes de alho amassados

04 colheres de (sopa) de nata fresca ou requeijão

02 colheres de (sopa) de manteiga

500 ml de leite

300 g de queijo de coalho coartado em cubos

Sal a gosto

Coentro a gosto

Modo de Preparar:

Coloque o feijão para cozinhar, deixar cozinhar até ficar  “al dente” acrescente o arroz.

(Se usar o feijão de corda, fradinho ou macassar colocar antes de molho na água por 30 minutos  e cozinhar  na pressão se preferir por 15 minutos para acelerar o cozimento)

Enquanto isso refogue em outra panela a cebola, o alho  e acrescente a carne dessalgada cortada em cubos.

Depois junte o refogado ao feijão, acrescente o leite deixe cozinhar sempre mexendo até ficar cremoso.

Experimente o sal, corrija se necessário, acrescente o queijo coalho cortado em cubos a nata sempre mexendo e finalize com coentro, tampe a panela deixe descansar por uns 05 minutos e sirva.

 

Compartilhe!

Você pode gostar

6 Comentários

  • Rosangela Cunha
    13 de abril de 2013 19:13

    Adoro rubacao!!!!É uma comidinha bem “comfort food”, que me faz lembrar da minha saudosa avó, que fazia um rubacao maravilhoso como o seu!!!!!!Bjos e um excelente final de semana!!!!!

  • Danni e Lype
    13 de abril de 2013 21:36

    Uau!!! Pelos ingredientes parece DELICIOSO!!! ADOREI!!!
    Grande beijo, Irene

  • Vicentina
    13 de abril de 2013 22:48

    Teresa não conhecia este prato, mas pelo jeito deve ser muito bom, já que é um prato tradicional aí da sua região.
    Deu vontade de experimentar.
    Bjs e uma Boa Noite!

  • Ingrid Pimenta
    17 de abril de 2013 07:22

    Seria muito vergonhoso se eu dissesse que nunca comi antes? hehehe. Mas a cara está mesmo deliciosa e precisava experimentar uma colherzinha disso pra saber se é bom! Quando é que vão disponibilizar a degustação via internet, hein? hehehehe!

    Beijos, sucesso!
    Ingrid Pimenta
    http://pimentanacozinha.blogspot.com.br/

  • Paula Bicalho
    3 de janeiro de 2014 17:50

    Já que não como carne, segui a receita sem a carne de sol. Ficou muito bom! Ainda melhor do que provei em João Pessoa. Obrigada Tereza!

  • Valdevana
    23 de abril de 2017 19:54

    Essa é a receita autêntica, que saudade desse prato, verdadeiro costume paraíbano..

    Humm até estou sonhando, aquele café da manhã com cuscuz, macaxeira e carne de sol, no almoço todo aquele banquete com feijão verde e carne de sol, a noite pra completar um rubecão desses… Amoroso!

Deixe um comentário